Saturday, May 06, 2006

O Mal de Montano


"Talvez a literatura seja isso: inventar outra vida que bem poderia ser a nossa, inventar um duplo. Ricardo Piglia diz que recordar com uma memória estranha é uma variante do duplo, mas é também uma metáfora perfeita da experiência literária. Acabo de citar Piglia e constato que vivo rodeado de citações de livros e autores. Enfermo da literatura. Se continuasse assim, ela poderia acabar por me engolir, como um epsantalho dentro de um remoinho, até fazer com que me perdesse nos seus confins sem limites. A literatura asfixia-me cada vez mais, aos cinquenta anos angustia-me pensar que o meu destino seja acabar por me converter num dicionário ambulante de citações." (pp 12-13)

Enrique Vila-Matas, O Mal de Montano, da Teorema (2002)

0 Comments:

Post a Comment

<< Home